Google

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Acumulando Quantidade de Ações

Outro dia estava conversando com um colega de blogs e ele acabou considerando até uma "heresia" eu dizer que o momento está bom para comprar ações, principalmente da Vale e Petro. Acabei por achar importante compartilhar o assunto.

A acumulação de ações está relacionada para quem investe não se preocupando muito com o lucro no curto prazo.

Algumas pessoas costumam comprar mensalmente (valores fixos), independente do valor da ação. O interesse está apenas em obter um grande número de ações que se concretizem num patrimônio em longo prazo (daqui 10, 15 ou 20 anos).

Para exemplificar o assunto, posso citar que comprando R$500,00 por mês de ações da Vale ou Petro no mercado fracionário, significa que você estaria adquirindo mais de um lote de 100 ações por ano. Pode-se pensar em todo mês colocar esses R$500,00 num fundo de ações até que o montante seja suficiente para se comprar 1 lote completo de ações (isso representaria economia de corretagem). Desta forma, em 10 anos, ter-se-ia, pelo menos, 1000 ações da Vale (se formos contar o ritmo dos desdobramentos de ações, etc - esse valor passa as 1.500 ações.

Conseguindo acumular tanto ações da Petro quanto da Vale, é possível gerar até mesmo uma renda de uns R$4.000,00 por mês com o lançamento de opções, além do rendimento dos papéis e do dividendos recebidos - logicamente em períodos de ascendência.

O que para muitos, fazer "preço médio" seria um erro, no caso de estratégias de longo prazo como esta, o preço médio torna-se comum (a diferença é que quando o mercado está em baixa você irá adquirir uma maior quantidade de ações e o que se está buscando é justamente quantidade de papéis dessas empresas).

O mais interessante é que para esse tipo de estratégia, não é necessário nenhum conhecimento de análise técnica. Basta a confiança na empresa que você quer investir. Eu confio que a Vale e a Petro daqui a 10 anos estarão valendo mais do que valem hoje.

Sds.

3 comentários:

Seagull disse...

Oi Rogerio,

Achei este seu texto muito interessante e oportuno, e tomei a liberdade de publicá-lo na home page do MI com seus créditos, incluindo o mesmo na seção de artigos.

Acho que é um pensamento que passa pela cabeça de muitos investidores com perfil conservador neste momento de baixa nas bolsas, o que o faz merecedor de destaque na nossa comunidade, principalmente sendo escrito pelo amigo.

Se houver alguma objeção de sua parte pode falar.


O link é esse aí:
http://www.monitorinvestimentos.com.br/ver_artigo.php?id_artigo=106

Abs ^v^

BuracoInvest disse...

Fala Sea,

é um prazer receber uma visita sua e ainda contribuir para o MI.

O Buraco está devagar, mas espero em breve retomar a periodicidade dos posts.

Abraços

jbn disse...

Rogerio
Começo esclarecendo que nao entendo NADA do mercado de ações. Estava fazendo uma pesquisa na net, que pudesse me trazer algum esclarecimento e encontrei esse blog. Talvez vc seja a pessoa certa para me ajudar... Explico: recentemente encontrei nos pertences do meu pai (falecido), papéis(títulos) da Odebrecht, ações adquiridas por ele em 1983. Como posso saber se ainda são válidas ou obter informações sobre as mesmas. Se puder me ajudar de alguma forma agradeço muitíssimo.
jbn